O marketing tem como principal objetivo alavancar a sua clínica, aumentar a sua autoridade e principalmente, LOTAR a sua agenda de pacientes. Mas você se perguntar: Como isto é possível? Eu faço publicações nas redes sociais e recebo poucas ligações com referência das redes sociais.

Mas será que você está aplicando a estratégia correta de marketing?

Primeiramente é necessário definir seu público-alvo, através de pesquisas dentro da sua própria clínica é possível identificar quem é seu público. Por exemplo: se são mulheres, idade, localização e quais os tipos de problemas que ela tem. A partir destas informações você inicia a definição da sua persona, conhecido como paciente ideal, aquele que irá consumir, ou melhor, contratar o seu serviço para melhorar a qualidade de vida dela.

Ficou com alguma dúvida?

Acesso o link abaixo e acompanhe o material que preparei sobre público-alvo x persona.

Saiba como aplicar estratégias de marketing no dia a dia para a sua clínica

 

Após definir seu público-alvo e persona, chegou o momento de transformar o seu serviço em produto, pois é isto que o seu paciente irá contratar, ou melhor, comprar.

Para que você entenda melhor, separei três passos para um marketing eficiente e certeiro para a sua clínica!

1º passo

Como mencionei anteriormente, definir a sua persona.

Entender que é o seu paciente ideal. Por exemplo: Homens acima de 30 anos que sofrem com fortes dores de cabeça. Entenda que este é o seu paciente ideal, é ele que irá aderir ao seu serviço. Portanto, você deve direcionar o seu foco de “vender tratamento” para dores de cabeça para este público.

2º Passo

Identificar as demandas dos problemas que as sua persona possui.

Você já definiu que a sua persona é homens acima de 30 anos com dores de cabeça, que atrapalha o paciente até na hora de dormir. A demanda do seu paciente é a insônia causada pelas fortes dores de cabeça, o seu produto será o tratamento que amenizará as dores de cabeça, fazendo com que o seu paciente volte a dormir.

3º Passo

Criar os produtos (Tratamentos) e associá-los às demandas do seu público através de uma comunicação assertiva.

Seu público pode ter mais de uma demanda e você deve criar um produto para cada demanda. Assim sua comunicação será mais efetiva.

 

Como criar uma comunicação assertiva?

 

1) Escolha o formato de comunicação. Pode ser através de imagem, vídeo ou qualquer outra forma.

2) Utilize uma imagem impactante, que mostre a demanda que a persona possui.

Exemplo: imagem de uma pessoa acordada, deitada na cama de madrugada e sentido dores de cabeça.

3) Coloque a demanda na forma de uma frase forte na parte superior da imagem.

Exemplo: Não está conseguindo dormir por causa de dores na cabeça?

Na sua comunicação você deve fazer a pessoa perceber que você é o profissional que pode ajudá-la.

 

Benefícios de uma comunicação assertiva:

1) Capta a atenção e gera conexão com o público que você quer atingir.

2) Seu público te percebe como um especialista que resolve a demanda que ele possui. E as pessoas querem se tratar com especialistas nos problemas que elas têm e não com profissionais generalistas.

3) Você se diferencia dos seus concorrentes generalistas.

4) Aumenta a probabilidade da pessoa impactada por sua comunicação se tornar seu cliente.

 

Cuidados que você deve ter no seu marketing:

1) Identifique primeiro a sua persona e utilize as informações coletadas para fazer seu marketing. Desta forma sua comunicação será mais efetiva e terá maior probabilidade de trazer resultados positivos.

Caso você não faça isto, há grandes chances de suas campanhas de marketing trazerem prejuízos, fazendo você perder seu tempo e queimar seu dinheiro.

2) Utilize a linguagem que o seu público entende. Não use termos técnicos que apenas você e os demais profissionais da sua área entendem. Isto não chama a atenção do seu público e cria objeções na mente dele. Dificultando o processo de vendas.

Lembre-se: comunicação não é o que você fala, mas sim como a outra pessoa entende.

Ficou com dúvidas sobre o conteúdo?

Acompanhe a aula 2